Dra. Camila Prestes

Camila Prestes formou-se médica no ano de 2004 com apenas 23 anos. Cursou medicina na Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) uma das melhores escolas médicas do país. Após esta árdua porém gratificante jornada, optou pela residência médica na área de ginecologia e obstetrícia pois sempre possuiu uma grande inclinação e interesse desde cedo pelos assuntos femininos dentro de sua área de atuação.

Já em 2005, ingressou no quadro de médicos residentes do Hospital Santa Brígida em Curitiba-PR, tradicionalmente conhecido e conceituado centro de referência em ginecologia e obstetrícia no sul do país.

Na sequência realizou 1 ano de prática em cirurgia ginecológica no mesmo complexo. Concluiu mais esta etapa profissional com méritos por lá ficando até o ano 2018. Permanece comparecendo semanalmente no hospital até os dias atuais realizando vídeo cirurgias .

O tão almejado Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia (TEGO) emitido pela Federação Brasileira das associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) foi conquistado com muito sacrifício e orgulho no ano de 2007. Tal honraria mostra-se um marco de extrema importância em sua vida pessoal e principalmente profissional, pois é o mais puro e verdadeiro reconhecimento de sua capacidade e formação como médica.

O Título de Especialista em Endoscopia Ginecológica veio em 2009, outra conquista de muito brilho e relevância dentro da especialidade. No ano de 2008 veio o convite, aceito com muita honra, para trabalhar na Feliccita Instituto de Fertilidade. Fez parte da equipe por 11 anos e pôde aprimorar os conhecimentos previamente adquiridos.   

Com o passar dos anos, associado às experiências até então vividas, o interesse pelo tema saúde da mulher se intensificou e aflorou-se ainda mais, foi então que decidiu de uma forma ou outra se “reinventar” como profissional e como mulher. Um novo desafio estava por vir. Decidiu dedicar-se de corpo e alma a implementar a saúde feminina de forma inovadora e heterodoxa para os tempos atuais.

Pensando sempre em inovação, trilhando e conquistando novos espaços numa área ainda tão carente de bons profissionais, em 2015 iniciou a Especialização Master em Ciências da Fisiologia Humana ministrado pela Faculdade Uninassau Parnamirin, em São Paulo. Pós graduação devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). Por 2 anos dividiu sua vida profissional e pessoal com longas, cansativas, porém gratificantes viagens em busca de mais saber. Neste momento a ginecologia aliada aos conhecimentos conquistados em sua linha do tempo pareceu se completar. Tudo fez mais sentido. Em 2018 com a inauguração do novo consultório, as ideias e as condutas começaram a entrar em prática.

A saúde da mulher vai muito além de exames ginecológicos tradicionais de rotina (que são muito importantes). A mulher é um organismo vivo complexo e demanda atenção e cuidados muito além da imaginação da maioria delas. Cada paciente possui uma forma funcional diferente. Portanto, as queixas, necessidades e a forma de avaliação e conduta também diferem de mulher pra mulher. Deve-se procurar entender o que cada indivíduo necessita. Hábitos e estilos de vida podem ser parecidos, mas em geral são únicos para cada pessoa. Portanto, não só de exames se faz um diagnóstico. O diálogo, o carinho e a atenção são primordiais .

Por mais que a vontade fosse, não há como atender e conversar com todas as mulheres. Pensando nisso há um trabalho intenso nas redes sociais onde procura-se levar às mulheres muitos assuntos relacionados à sua saúde. Os mais variados temas são discutidos e divididos com todos que estiverem dispostos a ouvir.

Atualmente, o tema mulher assumiu uma posição de relevância em todo o mundo. Ser uma mulher moderna atualmente se faz muito mais que uma simples opção. Novos tempos demandam novos conceitos e pensamentos e por consequência novas condutas aliadas ou não às tradicionais já existentes e consagradas. A saúde voltada exclusivamente para as mulheres também é uma nova tendência.

Esta é a nossa visão.

Esta é a nossa missão.

Ser mulher é muito mais que simplesmente ser, ser mulher é viver!

Viva as mulheres!

 

Formação

image-responsive center-block